TRT-RS é reconhecido pelo CNJ como um dos melhores tribunais do Brasil

ImagemJuiz Francisco Rossal de Araújo e Dalva Ferreira

Devido ao ótimo desempenho no cumprimento das Metas Prioritárias de 2010, o Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul (TRT-RS) foi reconhecido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) como um dos tribunais mais eficientes do Brasil. A distinção foi feita nesta quinta-feira (31), com entrega de diploma, na 1ª Reunião das Metas Nacionais de 2011, em Brasília. No evento foram apresentados os números finais das Metas de 2010, que somam os desempenhos de todos os tribunais do País, dos diversos ramos do Judiciário.

A Justiça do Trabalho gaúcha ficou acima da média nacional nas metas processuais. Na Meta 1, que era julgar o mesmo número de processos recebidos no ano, mais parcela de estoque, o TRT-RS atingiu índice de cumprimento de 100,55%, enquanto que a média nacional ficou em 94,2%. Conforme o Relatório apresentado pelo CNJ, o Poder Judiciário recebeu 17,1 milhões de novos processos e julgou 16,1 milhões. Na Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul, foram 185,8 mil recebidos e 186,8 mil julgados. O índice de cumprimento geral entre os 24 TRTs nesta meta foi de 100,14%.

Na Meta 2, que determinava o julgamento de todos os processos recebidos até 31 de dezembro de 2006 e, para os trabalhistas, eleitorais, militares e da competência do tribunal do júri, até 31 de dezembro de 2007, o Judiciário brasileiro cumpriu 44,5% da meta. Do estoque de 1,22 milhão, 546 mil foram julgados. Na Justiça do Trabalho gaúcha, este resíduo era de 2.471 processos e, destes, foram julgados 2.364, indicando cumprimento de 95,67% da meta. Em toda a justiça trabalhista brasileira, o resultado foi de 72,19%.

Em relação à Meta 3 (reduzir em 20% o estoque de processos em execução fiscal e em 10% o de execução não fiscal), a Justiça do Trabalho gaúcha foi destaque na execução fiscal, reduzindo este resíduo em 65,7% . O índice foi o melhor entre todos TRTs e quase nove vezes superior ao nacional, que fechou em 7,59%.

Somente nas execuções não fiscais o TRT-RS ficou abaixo da média brasileira. A redução atingida  pelos tribunais de todo o Brasil foi de 13,91%. Na Justiça do Trabalho gaúcha, de 7,95%. Mesmo assim, o resultado do TRT-RS foi superior ao obtido pela justiça trabalhista em geral, que foi de 6,50%.

Para o Corregedor Regional do TRT-RS, Desembargador Juraci Galvão Júnior, que acompanhou a reunião em Brasília, é uma satisfação muito grande para a Instituição receber este reconhecimento. “É uma demonstração à sociedade do forte trabalho que estamos desempenhando para melhor atender aos cidadãos”, declarou.

Também representaram a Justiça do Trabalho gaúcha na Reunião das Metas Nacionais o Juiz Auxiliar de Gestão Estratégica, Francisco Rossal de Araújo, o Presidente da Amatra IV, Juiz Marcos Fagundes Salomão, e a Assessora de Planejamento Estratégico do TRT-RS, Dalva Stracke Ferreira.

Diplomação de Metas Nacionais CNJ

Fonte: Portal do TRT4ª Região 31/3/2011

Anúncios
Galeria | Esse post foi publicado em CNJ e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s